Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.


Outubro foi um mês excelente até chegar a últma semana do mês. Eu tava quase com 10% de rendimento antes da suposta 2a onda de COVID-19 na Europa e dos recentes resultados de pesquisa que mostram que o Biden tem mais chances de ser presidente do que o Trump. 
A principal coisa que segurou minha carteira foi a aprovação do CADE em relação a aquisição da OLX pelo Grupo Zap (fusão entre VivaReal e Zap Imoveis). Como ex-funcionário do VivaReal eu detentia uma certa quantia em ações que deu um boost no meu portfólio – eu só recebi a informação do valor de cada ação em outubro e só agora (anos depois) eu pude precificar o investimento. Meu lucro bruto nesse investimento gira em torno de 190%-200%. Mas depois eu posto aqui o valor liquido depois de imposto. Outro fator que segurou minha carteira foi o dólar ter subido (o que pessoalmente não me agrada nada pois no geral o real continua desvalorizando e isso é péssimo para a maioria dos brasileiros). 


Aportes de outubro:Nesse mês fiz alguns aportes em ativos novos para tentar balancear a minha carteira entre Ações com foco em dividendo, ações com foco em valor e small caps. Dá pra ver mais sobre minha alocação no meu portfólio completo aqui. Fiz aportes em:

– Equatorial Energia – EQTL3

– Banco do Brasil Seguridade

– BBSE3

 Celulosa Irani – RANI3

Aumento de posição em:

– CVC Brasil Operadora – CVCB3

 Engie Brasil Energia SA – EGIE3

E, assim como mês passado, reforcei um pouco mais meu colchão de liquidez no Tropico SF2 Cash FIM, fundo do Fernando Luiz.


Tive um aumento de 6.76% em dividendos em relação ao mês passado (vasta maioria oriundas de FII).


Ver portfólio completo atualizado aqui: https://www.marcell.com.br/investimentos/portfolio

Resultado do mês:

No acumulado de 2020 estou com 8.04%.

Por categoria de ativos, esse mês foi da seguinte forma:

  •  Renda Fixa: 0.96%
  •  Fundos multimercado: -0.99%
  •  Ações e FII: -1.88%
  •  Exterior: 1.11%
  •  Investimento privado: 66.94%
  •  Criptomoedas: 6.01%

Com isso tudo, minha carteira encerrou o mês distribuida assim:

Próximos aportes:

1 – Subscrição do FII MCCI11

2 – Não sei. Vou descobrir durante o mês que vem mesmo, rs.

Abaixo a tabela geral com minha rentabilidade desde 2016 comparada ao IBOV e CDI.

Você pode ver meu portfólio completo de ativos clicando acessando a página “Portfólio do Marcell

Hoje um amigo me falou que não conhecia F.I.R.E (Financial Independence, Retire Early)  e isso me motivou a escrever esse artigo. Às vezes esqueço que muitas pessoas realmente podem não conhecer o conceito. Uma das dúvidas mais comuns que aparecem quando as pessoas estão conhecendo F.I.R.E é a ideia de que significa que você vai parar de trabalhar mas não é bem assim.

Com todo o dinheiro do mundo eu iria querer parar de trabalhar com produto e/ou empreender? Pelo contrário. Eu tomaria riscos bem maiores! Além disso, existem centenas de estudos que mostram que a expectativa de vida cai muito rapidamente para aqueles que se aposentam (mãe, sei que você ta lendo isso, vamos montar um negócio para você !!) E sem mencionar aqueles que gostam do trabalho que fazem, o que fariam se não tivessem mais que trabalhar?

No geral, quem alcança o F.I.R.E não para de trabalhar. Em vez disso, eles começam a executar um trabalho ainda melhor – sem medo de perder, sem se preocupar com a opinião dos outros e tomando mais riscos. Basta olhar para os maiores empreendedores e inventores da sociedade, os líderes e fundadores de grandes empresas, todos eles poderiam parar mas continuam trabalhando pois aquilo dá um propósito maior para eles.

Alguns exemplos legais do que pode ser alcançado caso você atinja o F.I.R.E:

– Médicos aposentados podem criar consultórios menores que operam sem qualquer pressão para a otimização de lucro. Além disso, eles podem remunerar melhor sua equipe para que eles executem um trabalho acima da média.

– Advogados aposentados podem recusar todos os casos que possuem ética questionável e fazer apenas trabalhos que realmente ajudem alguém.

– Desenvolvedores/Product Managers/UX/etc de startups que tiveram exit podem trabalhar em projetos part-time ou criar coisas completamente novas.

Pelo que vejo com os que já conseguirem alcançar isso, parece que também sobra muito mais tempo para lazer e vida familiar, porque você perde o medo de ficar para trás. Claro, eventualmente sua produtividade pode diminuir quando comparada com o seu passado já que você “venceu”, porém você pode ficar tranquilo ao viajar, fazer mais esportes e tudo mais.

Dinheiro é oxigênio e se conseguir ter independência financeira o quanto antes é apenas uma forma eficiente de ter mais oxigênio para correr atrás dos seus sonhos e vontades.

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Setembro foi um mês bem louco para o mercado todo (nacional e global). Na metade do mês estava indo bem mas depois o jogo virou. Foi engraçado que mesmo com o aumento do dólar minha carteira no exterior caiu e com isso fiquei negativo no exterior também.

Aportes de setembro:Nesse mês só aumentei posição de algumas ações – não fiz nenhuma venda.
Aumentei posições em:- Iochpe Maxion SA – MYPK3– Banco ABC – ABCB4– CVC Brasil Operadora – CVCB3Também voltei a refazer meu colchão de liquidez ao aportar no Fundo Tropico SF2 Cash FIM, fundo do Fernando Luiz.
Também tive um aumento de 13.64% em dividendos em relação ao mês passado (vasta maioria oriundas de FII).
Ver portfólio completo atualizado aqui: https://www.marcell.com.br/investimentos/portfolio

Resultado do mês:

Em setembro o IBOV bateu – 4,80%, e eu praticamente a metade com -0,42 % . No acumulado de 2020 estou com 4,36% enquanto o IBOV tá com -18,20% .

Por categoria de ativos, esse mês foi da seguinte forma:

  •  Renda Fixa: -0.02%
  •  Fundos multimercado: -3.39%
  •  Ações e FII: 0.12%
  •  Exterior: -1.39%
  •  Investimento privado: 0.00%
  •  Criptomoedas: -1.30%

Com isso tudo, minha carteira encerrou o mês distribuida assim:

  • Uma startup (falta só assinar o contrato)
  • Liquidez rápida (momento de muita incerteza, principalmente com as eleições nos EUA e vacinas indefinidas)
  • Subscrição do FII HGRU11

E claro, se aparecer algo interessante ao longo de outubro dá para aportar.

Abaixo a tabela geral com minha rentabilidade desde 2016 comparada ao IBOV e CDI.

Você pode ver meu portfólio completo de ativos clicando acessando a página “Portfólio do Marcell

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Um mês razoável. O mercado deu uma leve melhoria mas, confesso, que não sei bem o motivo. Não acho que o cenário econômico global e nem brasileiro esteja melhorando. O FED injetou mais dinheiro do que qualquer outro período na história. Essa crise mal começou e ainda vamos ver muito o desenrolar dela nos próximos anos. 

Por causa disso tô sendo um pouco mais conservador nos aportes e devo aproveitar isso para montar uma reserva de liquidez novamente (pois zerei ela pra comprar tudo pelo preço mais barato possível). 

Aportes de maio:

A verdade é que eu esqueci de anotar os meus aportes de maio. Mas não foram muitos. Comprei alguns FIIs e zerei posição em SUZB3. Também comprei uma NTN-B, deixando minha posição em aprox. 13% em renda fixa. Meu objetivo é deixar em 10% mas com a oscilação do mercado ou através de futuros aportes isso se ajusta.

Aproveitei esse mês para atualizar o meu portfólio aqui no site. E, como esqueci de anotar as transações que fiz esse mês e não tô a fim de abrir o relatório de todas as corretoras, vou atualizar lá mesmo.

Ver portfólio completo atualizado aqui: https://www.marcell.com.br/investimentos/portfolio

Resultado do mês:

Em maio o IBOV bateu 8,57% e eu praticamente a metade com 4.29%. No acumulado de 2020 estou com -7.03% enquanto o IBOV tá com -24,42%.

Abaixo a tabela geral com minha rentabilidade desde 2016 comparada ao IBOV e CDI.

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Que mês louco! Além da pandemia nós ainda tivemos uma crise política. Não faço questão de entrar no fla-flu disso tudo, então vou direto aos resultados do mês.

Aportes de abril:

Tipo de ativoEmpresaTicker
AçãoGrendeneGRND3Aumento de posição
AçãoTupyTUPY3Aumento de posição
AçãoLocalizaRENT3Entrada
FIIHSML11HSML11Aumento de posição
CriptoBitcoinBTCAumento de posição

A RENT3 me deu rentabilidades incríveis desde que entrei, 28.97% em menos de 1 mês. Baita empresa, negócio sólido e tem tudo para crescer conforme as coisas normalizem. Também comprei um pouco de Bitcoin dado que, em breve (previsto para maio), não vai mais ser possível minerar bitcoin e a moeda se tornará mais escassa. 
Em abril liquidei apenas ativos no exterior. Segue abaixo.

Ativos 100% liquidados em abril:

  • Google (#GOOGL) – com 22.73% de lucro
  • Johnson & Johnson (#JNJ) – com 8.95% de lucro
  • Amazon (#AMZN) com 111.34% de lucro
  • Shopify (#SHOP) com 74.92% de lucro
  • Atlassian (#TEAM) com 11.67% de lucro 
  • ZOOM (#ZM) – com 75.87% de lucro

Ativos liquidados parcialmente em abril:

  • Facebook (#FB) com 8.01% de lucro    
  • S&P 500 (#IVV) com 8.22% de lucro
  • MongoDB (#MDB) com 22.72% de lucro
  • Smartsheet (#SMAR) com 24.93% de lucro
  • Slack (#WORK) com 32.29% de lucro
  • Intuit (#INTU) com 68.83% de lucro
  • Apple (#AAPL) com 71.62% de lucro
  • Microsoft (#MSFT) com 76.85% de lucro

No mês de maio devo pegar uma quantia dessas vendas e aportar em alguma ETF de país emergente ou até mesmo a Berkshire do titio Buffet. Ainda estou decidindo. Por hora esse dinheiro tá em caixa, parado.

Distribuição da carteira atual:

Esse mês a carteira deu uma retomada razoável mas ainda está negativa no ano. Continuo batendo o Ibov no acumulado de 2020 mas em abril ele rendeu 10,25% enquanto minha rentabilidade foi de 7.52%. Continuo bem atrás da minha meta anual de patrimônio acumulado devido a crise e agora, com ainda mais incertezas no Brasil, devo segurar um pouco nos próximos aportes e voltar a montar a minha reserva de emergência que liquidei toda para aproveitar essas quedas recentes. Agora é um momento de parcimônia.

Abaixo a tabela geral com minha rentabilidade desde 2016 comparada ao IBOV e CDI.

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Épocas de queda são ótimas para investidores de longo prazo como eu. Aproveitei para liquidar vários fundos e alguns CDBs de liquidez rápida. Consegui realizar aportes em 11 ativos diferentes que estavam bastante descontados. 

Como diria o mestre Plin “Non Ecziste Timing” então não me preocupei muito em qual momento eu entrei em cada um desses ativos. Na SulaAmerica, por exemplo, entrei super bem e já estou positivo. Enquanto na CVC entrei num momento longe do preço que está agora e estou -60% neles (e olha que a CVC representa o maior ativo na minha carteira, rs. Foi um tombo foda!).

De qualquer maneira acho que o meu mês foi razoável considerando o cenário da crise. Como fiz vários aportes diferentes estou com uma carteira bem diversificada e cheia de ativos com alto potencial de ganho no longo prazo. Abaixo vocês podem conferir as ativos que comprei e os que vendi.
Aportes de março:

Tipo de ativoEmpresaTicker
AçãoCVCCVCB3Aumento de posição
AçãoPetrobrasPETR4Entrada
AçãoAmbevABEV3Entrada
AçãoIochpe Maxion SAMYPK3Entrada
AçãoPettenatiPTNT4Entrada
AçãoTupyTUPY3Entrada
AçãoGrendeneGRND3Aumento de posição
AçãoBanco BTGBPAC11Aumento de posição
AçãoSulAmericaSULA11Entrada
FIIHGCR11HGCR11Aumento de posição
FIIHGLG11HGLG11Aumento de posição

Ativos liquidados em março:

  • Zerei o CDB de liquides diária BTG PACTUAL TESOURO SELIC FI RF REF DI
  • Zerei o CDB de liquides diária CDB Banco Inter
  • Zerei posição no fundo multimercado Bahia AM Maraú Advisory FIC FIM com prejuízo de -14%
  • Zerei posição no fundo multimercado Polo Long com prejuízo de -28%
  • Zerei posição no fundoSulAmérica Tático FIM
  • Zerei posição em ViaVarejo (VVAR3) com rentabilidade de 51%

Alguns fundos eu estava aguardando a liquidação desde fevereiro (antes da crise) pois queria aumentar minha posição em ações – assim que eles cairam na minha mão foi o que fiz. Já os CDBs e o fundo SulAmerica Tático eu vendi para aproveitar a queda no mercado e comprar ativos descontados.
Já a ViaVarejo era mais porque eu já tinha um lucro ótimo nela e valia a pena vender para conseguir adquirir outros ativos que estavam mais descontados – foi uma operação boa, mesmo que sem querer, pois foi antes da crise e ela teve um tombo absurdo alguns dias depois.

Distribuição da carteira atual:

Mesmo no cenário de crise consegui bater o Ibov com uma boa diferença razoável, então estou contente. Enquanto o Ibov fechou negativo em -29,9% este mês eu consegui ter uma perda bem inferior de-15.71%. Não tô feliz em ver meu patrimônio enxugar tudo isso mas faz parte da jornada e fico contente em ver que minha diversificação tem dado efeito. Para vocês terem ideia os meus aportes no exterior ficaram positivos esse mês se eu considerar os ativos mais a variação do câmbio.

Foi por causa disso que consegui meu primeiro emprego em São Paulo numa startup
Vejo muitas reclamações sobre o mercado estar exigente com a experiência dos profissionais que querem iniciar na área de Produto. Honestamente o mercado está certo — não é nada fácil ser um Product Manager e exige muita habilidade e entendimento de estratégia e da área técnica. Se falta experiência no seu currículo faça do limão uma limonada (com Gin) e inicie seu projeto paralelo! Além de se divertir você vai desenvolver habilidades e terá muito para compartilhar nas suas entrevistas.

Vejo algumas pessoas querendo fazer cursos, aprender linguagem de programação e coisas do tipo. Embora não haja nada de errado nisso (pelo contrário, super recomendo!), acredito que tirar do zero um projeto é muito mais eficaz pois você aprenderá como funcionam as linguagens de programação e ao mesmo tempo terá que ser o Product Manager para conseguir priorizar e definir o próximo passo do seu produto — além de ter que passar pelo desafio de Discovery, Solution Fit e Market fit. Inclusive o curso da PM3 ajuda bastante os alunos com estes conceitos.

Quando eu entrei no Easy Táxi (meu primeiro emprego na Grande São Paulo) eu perguntei porque haviam optado por mim, então descobri que tinha sido por causa dos meus vários projetos paralelos — alguns que deram certo e outros nem tanto. 

A verdade é que como um Product Manager o que você menos vai fazer é colocar a mão no código. Mas ter a habilidade de colocar a mão na massa vai facilitar muito a sua “fluência” na hora de comunicar com desenvolvedores e ter um senso melhor de priorização. Além disso você poderá exercitar habilidades que são essenciais para um bom Product Manager — criação de um roadmap, entender a dor do usuário e necessidade do mercado, ver o potencial de ganho do produto/funcionalidade nova, definir seu público alvo etc. 

“Aaaah, Marcell… Mas eu não sei qual ideia escolher.” 

Deixa eu tentar te ajudar!

Qual o propósito do projeto? O “porquê” da criação desse projeto é muito importante — e é uma das tarefas mais importante na concepção de um produto no qual a maioria dos PMs vai ter que fazer ao longo de sua carreira. Se você escolher o projeto errado — digamos que seja muito complicado — você provavelmente perderá motivação e o projeto ficará estagnado. O mesmo vale para um projeto que você não tenha paixão. Um projeto paralelo simples e concluído vale mais que mil projetos complicados e nunca terminados.
Algumas dicas sobre criar projeto paralelo:

1. Encontre uma dor:

Ela pode ser uma dor sua ou de amigos e conhecidos. Exemplo, no Product Camp e Product Stars existia uma grande dor para administrar as perguntas que os participantes queriam fazer para os palestrantes —  e por isso criei o OneAsk com outras duas pessoas como projeto paralelo.

2. Você não precisa fazer um projeto paralelo sozinho(a).

No caso do OneAsk somos três pessoas e um deles é desenvolvedor.

3. Você não precisa ganhar dinheiro com seu novo projeto.

E por isso o OneAsk é (pelo menos por enquanto) 100% gratuito.
4. Trate seu projeto como uma mini startup.

Crie a parte financeira, crie um racional de priorização, faça Product Discovery, tenha usuários para beta testers, tenha um sistema bacana para facilitar análises (no OneAsk usamos o Metabase)

5. Aprenda durante o processo

Tudo que você tiver aprendendo, seja mais técnico ou mais business, tente aprender com um propósito em mente.

Propósito na hora de estudar

A verdade é que o tempo gasto em cursos (seja online ou não) vai ser 10x mais valioso se você tiver em mente quais habilidades são chaves para o seu projeto avançar mais rápido. E, honestamente, nesse ponto o Curso de Product Management e o outro de Product Discovery da PM3 pode ser uma mão na roda.
Por exemplo, se você iniciou um projeto paralelo, você invariavelmente vai precisar de algumas coisas:

  • Ter um público alvo bem definido
  • Ter um problema ou oportunidade definido
  • Saber o canal de aquisição
  • Ter um nome, site e propósito que converse com sua audiência
  • Definir qual vai ser a stack técnica do seu projeto
  • Para definir isso e outras etapas críticas do seu projeto, recomendo estudar sobre o Lean Stack. Pode começar por esse vídeo.

Para definir isso e outras etapas críticas do seu projeto, recomendo estudar sobre o Lean Stack. Pode começar por esse vídeo.

Um ponto importante é que no começo você não precisa se preocupar em deixar o seu projeto super bonito e sem falhas. Lembre-se, o seu objetivo é descobrir como as coisas funcionam e quais habilidades você precisa para ser um Product Manager. Se você acabar gostando do seu projeto e quiser dar o próximo passo com ele, sempre será possível melhorar o design, a usabilidade e a aparência dele depois.
Não vai ser fácilA verdade é que você tem mais chances de falhar com seu projeto do que qualquer outra coisa — mas lembre-se, você está fazendo isso para aprender e/ou melhorar seu currículo! Confesso que eu acho um grande diferencial quando vejo Product Managers com projetos paralelos que tenham alguns usuários, e não me importo se é um sucesso ou não. Sempre gosto de ouvir as histórias para entender se a pessoa tem um bom racional de porque as coisas não deram tão certo — aprender com seus erros é uma virtude.
No curso de Product Management da PM3, além de ensinarmos muita coisa prática para um Product Manager, nós também ensinamos coisas essenciais para um projeto paralelo novo como:

  • Product Market Fit
  • Estratégia de produto
  • Product Discovery 
  • Análise de dados

Se você quer se tornar um Gerente de Produto, provavelmente você tem muitas ideias diferentes, portanto, tirar algo do papel não deve ser difícil.

Lembre-se de não escolher algo muito complicado que exija conhecimentos avançados de programação, uma quantidade excessiva de tempo, etc. Você deve escolher algo que tenha uma alta probabilidade de terminar. E a verdade é que não importa se a sua ideia já tem solução no mercado, apenas tire ela do papel e aprenda com isso. Pode ser um simples aplicativo de lista de afazeres, um bloco de notas, um chat estilo Telegram ou até mesmo um podcast — desde que você trate todos eles como um produto que exija uma visão estratégica de produto.

Sendo bem transparente, embarcar em um projeto paralelo gera uma boa quantidade de trabalho e, naturalmente, exige muito tempo. Eu costumo trabalhar quase todos os dias após o meu emprego CLT e sempre em todos os finais de semana — esse texto, por exemplo, foi escrito no domingo às 15h45. 

Apesar do esforço que esses projetos podem exigir, ter pelo menos um é uma maneira super poderosa de aprender os principais conceitos técnicos e estratégicos que qualquer PMs precisa desenvolver. Eventualmente a sua confiança em discutir bancos de dados, estratégia, e eventualmente arquitetura do software (se você for tiver a coragem de meter a mão em código), vai aumentar. Basta começar e não desistir — defina metas mensais ou trimestrais como todo bom PM — eu garanto que você não se arrependerá.

PS: Se você tiver fazendo um projeto paralelo ou 100% dedicado com sua startup me mande uma mensagem na comunidade da PM3 ou Linkedin. Vamos marcar um café ou call!

Este artigo foi originalmente publicado no Blog da PM3. Este é o link original.

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Aportes de janeiro:

  • ABCBRASIL (ABCB4)
  • BANRISUL (BRSR6)
  • FERBASA (FESA4)

Ativos liquidados em janeiro:

  • Zerei a posição em Kapitalo Kappa Ad FIC FIM com 7.90% de lucro
  • Zerei a posição em Alaska Black Inst com 17.73% de lucro
  • Zerei a posição em Iridium Apollo FIRF CP LP
  • Zerei posição na Smiles(SMLS3) com 11,12% de lucro

Liquidei os fundos porque eu já tenho uma previdência PGBL no Alaska Black e tava muito exposto nele. No caso da Kapitalo Kappo é porque não achei um bom fundo e preferi realocar esse valor para o exterior – o mesmo aconteceu com o Iridium e com o valor do Alaska. Os aportes para o exterior estão vão ser feitos em fevereiro e eu compartilho aqui quando terminar tudo.

Ainda preciso organizar melhor minhas coisas para não me dar tanto trabalho para compartilhar aqui com vocês. No próximo mês quero já conseguir compartilhar toda a minha carteira e quanto de lucro ou prejuízo tenho em cada ativo. Com isso sendo fácil de colocar aqui no blog vai sobrar mais tempo para compartilhar o porque de cada compra e/ou venda.

Distribuição da carteira:

Esse mês foi bom porque consegui bater o Ibov com uma boa diferença. Enquanto o Ibov fechou negativo em -1.66% eu consegui ter 1,05% de rendimento. 

Aproveitei para atualizar a tabela abaixo e coloquei um comparativo com a Magnetis também. É uma empresa que admiro e recomendo para todos que querem começar a investir, então sempre me desafio a bater eles. Como eles fazem o anúncio trimestral das suas carteiras não consigo comparar mês a mês, porém vocês podem ver que estou batendo eles no acumulado também. 

Hoje eu tenho muitas ações no exterior e percebi que minha carteira estava basicamente alocada em ativos no Brasil e Estados Unidos. Pensando em diversificar mais minha carteira para mitigar o risco de crises resolvi escolher algumas ETFs que são majoritariamente composta por ativos de países emergentes. Com isso eu tenho naturalmente uma diversificação bem maior e por serem países emergentes mais exposição a risco também – porém com potencial de upside grande. 

Para investir no exterior eu basicamente faço o seguinte:

  1. Compro dólar através da Remessa Online
  2. Envio o dólar para a corretora (uso a Interactive Brokers)
  3. Faço o investimento de acordo com alocação de ativos que vou relatar abaixo

Minha ideia é diversificar as ETFs da seguinte forma:

ETF% de alocação
IWVL15%
IWMO15%
IWDA15%
EMMV15%
EIMI15%
SLYV5%
QQQ5%
XSOE5%
VTI5%
VIGI5%

Hoje eu possuo todos os ativos que vou fazer 5% de alocação e o EIMI. O restante pretendo ir adquirindo ao longo do ano. Eu já tenho uma quantia pré-determinada que quero ter no exterior até fim do ano. Estes percentuais são relacionados a essa quantia.
Abaixo explico o racional de cada uma das ETFs escolhidas:

IWVL

Por que escolhi esse ativo? Ela investe em diversas ações globais que estão, supostamente, subvalorizadas em relação aos seus fundamentos. O bacana é que essa ETF oferece uma exposição global em vários países como EUA, Japão, Inglaterra, França e Alemanha.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Intel, AT&T, Toyota, CVC.

IWMO

Por que escolhi esse ativo? Este ativo é para investidores que querem se concentrar em ações que tiveram um forte desempenho recentemente e que ainda possuem uma tendência de alta nos preços. – ou seja, bem focada em Momentum. O bacana é que ela é super focada em momentum ela também tem exposição empresas globais.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Microsoft, P&G, Nestle, Visa, Mastercard, Hershey e outras.

IWDA

Por que escolhi esse ativo? O IWDA é uma ETF que visa rastrear um índice de empresas de grande porte em países desenvolvidos. O bacana é que ele investe em várias empresas globais em 23 países diferentes e focam em ter 85% das ações listadas em cada país. Essa é uma ETF muito focada em crescimento de longo prazo, afinal, ela investe em empresas que já são grandes.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Apple, Berkshire Hathaway, Booking, Siemens, Sony e várias outras..

EMMV

Por que escolhi esse ativo? Essa é uma ETF que investe em ativos de baixa volatilidade. O custo de administração até é elevado (0,4%) perto de outros ETFs, mas nada proibitivo. Ele parece uma boa escolha porque possui exposição diversificada em mercados emergentes e tenta minimizar os picos e vales desses mercado procurando sempre baixa volatilidade.

Para você ter uma ideia essa ETF é majoritariamente focada na China (com 29% dos seus ativos lá) seguidos por Taiwan e India com 17% e 9% respectivamente. Eles possuem vários ativos em outros países como Coréia do Sul, Malasia, Arábia Saudita, Qatar e tantos outros.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Samsung, Alibaba, Lenovo e algumas outras como BB Seguridades. Mas a verdade é que a maioria das empresas são completamente desconhecidas pelos Brasileiros.

EIMI

Por que escolhi esse ativo? Ele possui uma exposição em mais de 2.800 empresas de mercados emergentes de grande, médio e pequeno porte. É bacana estar alocado em empresas de diferentes portes porque acabo tendo um potencial de ganho mais alto devido as empresas menores que, naturalmente, tem mais potencial de expansão.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Alibaba, Tencent, Samsung, Naspers, Baidu e várias outras.

Durante a escrita deste artigo a maior parte dessa ETF está alocada em Hong Kong, Taiwan, Coréia do Sul e EUA. Existem vários outros países nela, como o próprio Brasil (que compõem 7% dos investimentos).

SLYV

Por que escolhi esse ativo? Essa ETF procura sempre estar de igual para igual com o índice S&P® SmallCap 600. O universo de ativos do S&P SmallCap 600 inclui todas as ações comuns dos EUA com tamanho de mercado geralmente entre US$ 400 milhões e US $ 1,8 bilhão. É um ETF menos focado em valor e muito mais focado em apostas por setor, especialmente setores indústrias, produtos cíclicos e tech. 

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Korn Ferry, Abercrombie & Fitch Co, JC Penney, Haynes, Barnes & Noble

QQQ

Por que escolhi esse ativo? Essa ETF basicamente ignora todas as empresas financeiras na NASDAQ e segue as 100 maiores listadas na mesma. Apesar de eu gostar de investir diretamente em algumas das ações desse índice (majoritariamente empresas de tech), gosto dessa ETF porque ela escolhe apenas as maiores empresas da NASDAQ e facilita um bocado a alocação diversificada.

É típico que a mídia noticiosa se refira ao Índice Nasdaq como o “Nasdaq pesado em tecnologia”, mas esse termo pode ser enganoso, ou talvez o termo “estoque de tecnologia” seja obsoleto.

Eu poderia simplesmente comprar SPY (a mais popular ETF da NASDAQ) mas o QQQ ganha ano após ano, veja o gráfico abaixo: 

XSOE

Por que escolhi esse ativo? Ela investe em diversas ações globais que estão, supostamente, subvalorizadas em relação aos seus fundamentos. O bacana é que essa ETF oferece uma exposição global em vários países como EUA, Japão, Inglaterra, França e Alemanha.

Essa ETF segue empresas de mercados emergentes e exclui todas empresas estatais dos seus ativos. Pessoalmente eu gosto muito disso! Não sei se é devido a minha experiência com estatais aqui no Brasil mas parece que todas as empresas que possuem dedo do governo tendem a ser engolidas por alguma outra empresa privada. Eles definem como uma empresa estatal, qualquer companhia que algum governo possua 20% ou mais das ações.

Curiosamente o portfólio dessa ETF acaba sendo majoritariamente de empresas de tecnologia e consumo. Um ponto negativo é que a XSOE cobra uma taxa de administração altinha (0.58%)  – provavelmente por ser uma ETF bem incomum.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Alibaba, LG, Tencent, Samsung e até Ambev, Renner e B3

VTI

Essa ETF basicamente segue todo o mercado de ações dos EUA. Isso é bom do ponto de vista de diversificação pois você acaba investindo em empresas de todos os portes possíveis (de small caps a blue chips) e de todos os setores dos EUA.

Empresas famosas que fazem parte dessa ETF: Microsoft, JPMorgan, Johnson & Johnson, Disney, Coca-cola e muitos outros.

*Não posso esquecer que grande parte do meu conhecimento no mercado de investimentos é devido ao PLIN da Ice Investimentos. E nem tudo publicado aqui ele vai concordar.

Este post não é uma recomendação de investimentos.O intuito de postar sobre investimentos no meu blog é fornecer conteúdo gratuito na internet sobre o racional do processo de decisão de um investimento e, eventualmente, poder trocar experiências com a audiência do blog.As informações apresentadas aqui não têm como fim indicar se as empresas são bons ou maus investimentos, e não devem ser encaradas desta forma.

Aportes de janeiro:

  • ABCBRASIL (ABCB4)
  • BANRISUL (BRSR6)
  • FERBASA (FESA4)

Ativos liquidados em janeiro:

  • Zerei a posição em Kapitalo Kappa Ad FIC FIM com 7.90% de lucro
  • Zerei a posição em Alaska Black Inst com 17.73% de lucro
  • Zerei a posição em Iridium Apollo FIRF CP LP
  • Zerei posição na Smiles(SMLS3) com 11,12% de lucro

Liquidei os fundos porque eu já tenho uma previdência PGBL no Alaska Black e tava muito exposto nele. No caso da Kapitalo Kappo é porque não achei um bom fundo e preferi realocar esse valor para o exterior – o mesmo aconteceu com o Iridium e com o valor do Alaska. Os aportes para o exterior estão vão ser feitos em fevereiro e eu compartilho aqui quando terminar tudo.

Ainda preciso organizar melhor minhas coisas para não me dar tanto trabalho para compartilhar aqui com vocês. No próximo mês quero já conseguir compartilhar toda a minha carteira e quanto de lucro ou prejuízo tenho em cada ativo. Com isso sendo fácil de colocar aqui no blog vai sobrar mais tempo para compartilhar o porque de cada compra e/ou venda.

Distribuição da carteira:

Esse mês foi bom porque consegui bater o Ibov com uma boa diferença. Enquanto o Ibov fechou negativo em -1.66% eu consegui ter 1,05% de rendimento. 

Aproveitei para atualizar a tabela abaixo e coloquei um comparativo com a Magnetis também. É uma empresa que admiro e recomendo para todos que querem começar a investir, então sempre me desafio a bater eles. Como eles fazem o anúncio trimestral das suas carteiras não consigo comparar mês a mês, porém vocês podem ver que estou batendo eles no acumulado também.